Vivendo 52 semanas por ano Macaquinho Archives - Vivendo 52 semanas por ano
13
ago
2010
Cirugia Plástica – 150 dias depois

Ontem tive consulta de revisão com o Dr. Rubem Lang. Algumas novidades, mas sem grandes alterações no resultado.

Como são duas as cirurgias que eu fiz, neste post vou dividir um pouco para poder falar um pouco mais sobre a cirurgia das mamas.

Sobre a lipo: Estou muito próxima ao resultado final da lipo (6 meses), amando o resultado. Devo ainda reduzir uma medida aqui outra ali, mas de modo geral já estou no “formato” desejado e idealizado na sala de cirurgia. Sobrou uma micro barriga, fruto da paranóia de achar que aquele corpinho antigo quer se apoderar desse novo, mas isso já está em tratamento, e em breve poderei colocar fotos boas no site para que vocês possam me “ver”. A paranoia é da operada… sei por que tenho algumas amigas que estão no pós operatório e acabam enxergando o que ninguém vê… só a gente…. mas isso passa! Eheheh

O macaquinho eu uso ainda, mas de forma mais moderada. Passo um dia sem, coloco para dormir, se vou sair eu tiro, e assim  vai. É meu companheiro, mas sem a obrigação do dia a dia, mas confesso que gosto de usá-lo, ele não me incomoda mais como me incomodava no inicio.

Só para constar, essa foto não é atual, é do início de maio. Ja desinchei bastante depois dela. Vou ver se consigo tirar uma foto igual a essa para comparar…

Agora vamos falar sobre as mamas, que é um processo bem mais demorado. O resultado final da cirurgia de redução mamária só aparece após 18 meses de pós, e segundo alguns sites médicos, o resultado aparece em 3 etapas:

a. Período Imediato: Vai até o 30º dia. Neste período, apesar das mamas apresentarem-se com seu aspecto bem melhorado, sua forma ainda está aquém do resultado planejado, pois, para que se atinja a forma definitiva, deveremos deixar “pequenos defeitos” aparentes iniciais (inevitáveis em todos os casos), que desaparecem com o decorrer do tempo.
Lembre-se desta observação: Geralmente nenhuma mama fica “perfeita” no pós-operatório imediato. Alguns pequenos “defeitos” são planejados para que se logrem as formas mais primorosas no resultado definitivo (tardio).

b. Período Mediato: Vai do 30º dia até o 8º mês. Neste período, a mama começa a apresentar uma evolução que tende à forma definitiva o que ocorrerá após o 8º mês. São características deste período umas certas insensibilidades do mamilo, além de maior ou menor grau de “inchaço” das mamas; além disso, sua forma está aquém da definitiva. Apesar da euforia da maioria das pacientes, já neste período costumamos dizer às mesmas que seu resultado ficará melhor ainda, pois isto será a característica do 3º período (tardio).

c. Período Tardio: Vai do 8º ao 18º mês. É o período em que a mama atinge seu aspecto definitivo (cicatriz, forma, consistência, volume, sensibilidade). É neste período que costumamos fotografar os casos operado, afim de compará-los com o aspecto pré-operatório de cada paciente. Tem grande importância, no resultado final, o grau de elasticidade da pele das mamas bem como o volume conseguido. O equilíbrio entre ambos varia de caso para caso.

Fonte: http://www.plasticaatual.com.br/cirurgia-para-reducao-de-mama.asp

Neste site ainda tem uma parte que fala sobre a cicatriz. Hoje o médico tirou o micropore e não iremos usar mais. No lugar do micropore, ele me deu uma pomada que devo usar em cima das cicatrizes para clareá-las e deixá-las mais lisinhas.

Em algumas partes dos cortes as duas partes estão unificadas, lisinhas, e sem diferença de cor. Em outras, vê-se bem onde está a “emenda” e tenho pequenos caminhos com quelóide, mas bem pequenos mesmo. Então, para desmanchar essas imperfeições, tenho que usar essa pomadinha diariamente massageando a cicatriz até a absorção da pomada.

Como descrito acima, embora já tenha se passado 5 meses, o resultado da cirurgia ainda não apareceu, tem muita coisa para mudar. Neste caso, só tem uma coisa a fazer: curtir cada nova mudança, e esperar, cuidando, não fazendo grandes esforços, seguindo a risca as orientações no médico justamente para que em 18 meses o resultado esteja efetivamente maravilhoso.

Fonte da imagem: http://ceciliasouzafisio.blogspot.com/2010/03/vai-reduzir-as-mamas.html

Beijocas
Cláudia Sachs

(*) post agendado

04
ago
2010
Cirurgia Plástica – O "querido" macaquinho

Vou escrever mais um capítulo do amigo da cirurgia plástica, o macaquinho. Normalmente a gente odeia, mas com o tempo acaba de acostumando e depois até sente falta.

Eu ainda não consegui saber o tempo certo de parar de usar, e acredito que não exista receita, vai do tipo de cirurgia, cicatrização e dores (principalmente). Eu sinto dores nas costas (ainda) mas tem algumas meninas que chegaram no blog e que disseram que nunca sentiram esse tipo de dor.

Algumas meninas tiram o macaquinho com 30 dias, outras com 45 dias, mas até agora não vi nenhuma dizer que tirou em determinado tempo com a anuência do médico. Acabam tirando por conta própria e sem saber podem estar assumindo um risco de ter que esperar mais tempo ou até mesmo acabar perdendo o melhor resultado da cirurgia.

Então meninas, já que se submeteram a uma cirurgia arriscada (e cara) dessas, vamos até o fim!

Eu uso direto. Para dormir ainda prefiro usar, embora não pareça, é bem mais confortável. Tem dias que me visto estilo “mulherzinha”, daí dependendo da roupa, não uso o macaquinho, quando uso uma saia ou um vestido, raro nesses dias frios, mas pode acontecer.

Como estamos no inverno e aqui no RS faz muito frio, o macaquinho acaba ajudando a quebrar um pouco esse gelo.

E academia, como faz? Chego na academia, coloco a calça, camiseta e vou feliz para a esteira, e o macaquinho lá coladinho no corpo. Marca? Sim… marca, mas no meu caso não me importo…

Além disso, o macaquinho ajuda a manter a forma. Não tem como engordar usando ele, quer dizer, tem né… mas tem que se cuidar! E essa roupinha nada sexy nos ajuda a manter o corpinho esculpido pelas mãos hábeis dos nossos queridos cirurgiões.

Você tem alguma dúvida com relação ao uso do macaquinho? Aproveita o tópico e deixa uma mensagem ai no campo de comentários. Prometo pesquisar caso eu não saiba a resposta.

Beijocas
Cláudia Sachs

(*) post agendado

 

24
jul
2010
Cirurgia Plástica – 130 dias depois

130 dias e tudo bem!

Este post é bem rapidinho. Só para dizer que o machucadinho que eu tive na semana retrasada, já está fechadinho! Cicatriz sequinha, tudo muito bem. Usei Dermatol e nada, usei Trofodermim, e a pele secou e sangrou para o meu desespero!! Se a pele precisa de hidratação, o melhor a fazer é usar Bepantol! E olha, foi um santo remédio. Colocava uma camada bem reforçada de Bepantol e uma gaze estéril por cima. Fiz isso por 1 semana, de manhã e a noite após o banho. Fechou, secou, sem seqüelas e sem marcas (ufa!!)

Estou apaixonada pela minha cintura. Essa semana, estava  me vestindo para o trabalho, quando me olhei no espelho. Foi a primeira vez que eu “vi” a cinturinha. Marido já tinha falado e a Nina (a minha massoterapeuta) também já tinham comentado, mas eu não conseguia perceber. Para mim, embora já estivesse com um “corpaço”, a cintura ainda não tinha sofrido as alterações que eu achava que esta parte do corpo teria.

Bem que o Dr. Lang e as secretárias dele haviam me dito que o corpo muda muito e que o resultado final da lipoaspiração  só aparece depois de 6 meses. Antes, são apenas suposições. Mas para quem já se achava uma “diva” na primeira semana , imagina como vou ficar daqui uns dias!! Hehehe

Vou ver se tiro umas fotos para mostrar aqui. Pena que eu não tenho nenhuma foto do antes com os “defeitinhos” a mostra, mas vou ver se acho alguma mais antiga. E neste final de semana vou colocar umas roupinhas e tirar umas fotos para colocar no blog. Me aguardem.

Beijocas
Cláudia Sachs

(*) post agendado

15
jul
2010
Cirurgia Plástica – 120 dias depois

A única novidade não muito boa dos 120 dias foi que a cicatriz do meu seio direito abriu. No dia 7, durante o banho fui tirar o micropore, uma vez que no dia 8 teria consulta bem cedinho, então já vou “pronta”. Ao tirar, não sei o que aconteceu, por que sempre sou bem delicada, mas machucou a pele. Fui na consulta e ele disse que isso era bem normal, que eu não me assustasse. Mas ele não colocaria mais micropore naquela região, apenas na base da mama que é onde tem o maior corte.

Tenho tratado com pomada diariamente, mas sem “grudar” nada, apenas uma gaze para que a pomada não pegue no sutiã. Abriu mais, sangrou, mas agora está fechando novamente, para a minha felicidade. As cicatrizes restantes estão maravilhosamente bem. Tenho inclusive pedaços das cicatrizes que já sumiram a marca, incrível!

De maneira geral estou muito bem.

Comecei a tirar o macaquinho de vez em quando, passo um dia sem e uso para dormir, ou passo o dia com ele e tiro quando chego em casa. Confesso que o conforto do macaquinho me deixa melhor, ainda mais agora no inverno, fico mais quentinha e protegida do frio.

Por incrível que pareça, as costas ainda doem, uma dorzinha bem mais fraca, mas o suficiente para não eu não me mexer muito bruscamente. Estou indo na academia com freqüência e drenagem uma vez por semana.

Semana que vem vou começar uma dieta com a minha prima que é nutricionista. Maridão precisa estar em forma no verão e eu preciso manter esse corpinho, portanto, toda ajuda externa é bem vinda!

Comprei um vestido preto! Ehehehe Não igual ao da minha amiga, mas um outro igualmente bonito. Já usei, consegui usar até para ir trabalhar. Isso é uma conquista e tanto!

Bem que uma loja de roupas, dessas lindas, podia patrocinar o meu roupeiro… não seria má idéia! Eheheheh E juro que não ficaria nem um pouco triste!

E se passaram praticamente 3 meses desde a internação. Tem coisas que aconteceram que eu nem lembro mais, ainda bem que eu fiz o relato. Mas não tenho o que me queixar. Todo o pós transcorreu na maior normalidade sem nenhum atropelo ou fato inusitado.

E o resultado? Está muito melhor do que eu imaginava! Muito melhor mesmo!!!

Beijocas
Cláudia Sachs

(*) post agendado

26
jun
2010
O uso da cinta moderadora, emagrece?

Hoje eu vou falar um pouco mais sobre o macaquinho, ou a cinta modeladora. Mas não com o foco cirúrgico, como estava falando até então, e sim, com o foco estético.

Nas estatísticas aqui do site, vejo que muitas pesquisas fazem um cruzamento entre a cinta modeladora e emagrecimento.

A pergunta é: O uso da cinta modeladora durante um determinado tempo, emagrece? Daí, eu meio que respondo. Sim, mas SE….

Sempre tem um SE na nossa vida não é?

Nada dá resultado sozinho. Nenhuma dieta é milagrosa o suficiente a fazer a gente perder 20Kg sem nenhum esforço e em uma semana. Exemplos estão ai a sua disposição. Milhares de blogs com postagens e ajuda virtual a seguir e perseguir um objetivo: ficar magra e elegante, reduzir peso e manter-se saudável. Assim como nenhuma dieta é milagrosa, nenhum macaquinho será capaz de segurar sozinho toda a gordura que ingerimos e não queimamos.

Tudo é uma combinação. E tudo é uma questão de limite, traçar um objetivo.

Eu vou voltar a falar no assunto, mas por enquanto, dêem uma olhadinha nas imagens e nos textos que as acompanham:

(apenas para lembrar, nenhuma dessas imagens foi modificada por software de edição)

A cintura mais fina do mundo

Essa imagem não é criada por computador, é completamente real, e é o resultado de 25 anos de uso de modelador e a 12 usando 24 horas por dia. Cathie Jung (72 anos) é mãe de três filhos, e segundo o marido, que é cirurgião ortopédico, está tudo normal no corpo da esposa. Obviamente com dieta, e cada vez um modelador menor e mais apertado. Navegando por ai, descobri que em determinado momento ela mesma teve que fazer os seus modeladores, pois o mercado já não mais a atendia (por que será hein?). Particularmente falando, acho isso um exagero, mas cada um deve ser feliz com as suas esquisitices, então, se ela é feliz é o que conta.

Mulheres Girafa

 

Essas mulheres conseguem fazer com que seus pescoços cheguem até 30cm de comprimento! Oi!?!?!?!? Chegam a usar até 12Kg de peso sobre os ombros na fase adulta. Como elas usam estas argolas nos braços e nas pernas, chegam a ter 20Kg a mais em seu peso em função dessas argolas.

Vale a pena visitar estes três sites que falam mais sobre essa cultura, e mais fotos.

http://fotosdochongas.wordpress.com/2007/03/15/fotos-incriveis-de-mulheres-girafas-na-tailandia/

http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=1607

http://www.girafamania.com.br/tudo/mulher_girafa.html

Notem, que mesmo exageradas, as mudanças ocorreram ao longo de muitos anos. Nenhuma dessas transformações ocorreram em uma ou duas semanas. Isso significa persistência.

Mas voltamos ao nosso macaquinho. Ele é bom para modelar o nosso corpo, pode ser usado continuamente, desde que acompanhado por dietas e exercícios. Ele sozinho, não faz milagres.

Claro, que você não pode usar um mês e achar que isso vai resolver, assim como a dieta combinada com exercícios, você tem que ter persistência. Depois de um tempo, você nem lembra mais dele, é como fizesse parte do teu corpo, não gera mal estar e nem maiores apertos.

Vale um lembrete? Corpaço de revista, não existe. São raras as mulheres que são completamente lisinhas, sem nenhuma gordurinha, estria ou celulite. A pele tem imperfeições que são tiradas via software. Na TV, embora mais perto do original, ainda tem um filtro e uma lente que ajuda as beldades a se parecerem ainda mais lindas. Até na voz (em show ao vivo) tem tratamento… tem cada cantor por ai, que você nem imagina!

Então meninas, querem um corpaço para desfilar no Verão 2011? Malhação, dieta, reeducação alimentar e uma cinta modeladora.

Beijocas
Cláudia Sachs

Páginas123
%d blogueiros gostam disto: